Close

Educar para Trabalhar

Mais de 40.000 jovens matrículados

13 de janeiro de 2022

O Programa do Governo do Estado da Bahia Educar para Trabalhar visa ampliar a oferta da Educação Profissional Técnica de nível médio e de cursos de qualificação profissional aos estudantes egressos do Ensino Médio da rede pública e assegurar a Formação Inicial Continuada (FIC) com a perspectiva de inserção e reinserção no mundo do trabalho, integradas às demais políticas sociais do estado da Bahia.

Este programa atende a jovens e adultos, no formato Educação à Distância (EaD) com intuito de elevar a escolaridade e a formação de currículo profissional voltado à qualificação técnica, a partir da realização de cursos FIC, conforme eixo tecnológico e área específica da formação e oportunizar cursos de qualificação profissional, voltados às ações e políticas socioeducacionais do Estado.

O SENAI, em conformidade com a realidade atual e na busca contínua de uma sociedade de igualdade de oportunidade a todos, alinhando suas iniciativas às do Governo do Estado da Bahia, vem oferecer o desenvolvimento e execução de cursos de Qualificação Profissional, na modalidade EaD, observando as seguintes diretrizes:

  • Ambiente Virtual de Aprendizado – AVA
  • Acesso aos livros através da Estante Virtual
  • Equipe técnica e pedagógica especializada com dedicação diária
  • Acompanhamento dos alunos mediante monitoria e tutoria online
  • Gestão das turmas pela ferramenta BI (Business Inteligence)

Os cursos no Programa “Educar para Trabalhar” foram ofertados com a Metodologia SENAI de Educação Profissional a Distância, por meio de Ambiente Virtual de Aprendizagem – AVA (ead.senaibahia.com.br), usando a plataforma Moodle, para a comunicação entre os tutores e alunos de forma individualizada e dedicada. Assim como, para a disponibilização de conteúdos midiáticos, tais como: textos, imagens e vídeos.

O ensino da formação inicial e continuada ocorreu, semanalmente (segunda a sexta), com 04 (quatro) horas diárias destinadas ao estudo dos conteúdos relacionados à qualificação profissional. As aulas foram realizadas na modalidade assíncrona, não havendo aula presencial.

A metodologia foi composta por:

  • Calendário do curso: apresentando a duração do curso e orientando quanto aos dias previstos para aulas assíncronas.
  • Plano de ensino: utilizado para orientar o aluno nos estudos, contemplando o dia-a-dia com toda a programação de estudos.
  • Situações de Aprendizagens: atividades contextualizadas que utilizam como estratégias de ensino: situação-problema (cenário fictício), estudo de caso (caso real), pesquisa e/ou projeto.
  • Fóruns e chats utilizados como ferramentas colaborativas.
  • Exercícios e atividades avaliativas, dentre outros.

O acesso dos alunos e a realização das atividades foram monitoradas, diariamente, tendo acompanhamento pedagógico que ocorreu de forma sistemática e proativa, pela mediação pedagógica, a fim de sanar as dificuldades e pendências dos estudantes.

As inscrições para o Programa “Educar para Trabalhar” foram realizadas no site da Secretaria da Educação do e o ingresso nos cursos/turmas se deu por sorteio eletrônico, de modo aleatório e equitativo, de caráter classificatório.

A listagem com o resultado do processo de seleção foi divulgada no site da Secretaria da Educação. Os cursos oferecidos possuem duração média de 03 (três) meses e estão distribuídos em 03 (três) entradas.

1ª entrada foram matriculados 16.700  e 7.724 aprovados, aptos a certificação. A primeira entrada do Programa “Educar para Trabalhar” no SENAI foi iniciada em Julho de 2021, com a oferta dos seguintes cursos: Almoxarife, Assistente Administrativo, Assistente de Contabilidade, Assistente de Recursos Humanos, Auxiliar de Laboratório de Microbiologia, Controlador e Programador da Produção, Desenhista da Construção Civil, Desenhista de Móveis, Desenhista de Produtos Gráficos Web, Desenhista Mecânico, Inspetor da Qualidade, Instalador e Reparador de Redes de Computadores, Montador e Reparador de Microcomputadores, Padeiro.

2ª entrada foram matriculados 5.600  e 2.759 aprovados, aptos a certificação. Iniciou e Setembro de 2021, com a oferta dos seguintes cursos: Assistente Administrativo, Desenhista da Construção Civil, Operador de Tratamento de Aguas e Efluentes, Desenhista de Produtos Gráficos Web, Confeiteiro, Confeiteiro, Operador de Petróleo e Gás, Operador de Processamento de Frutas e Hortaliças, Operador de Processamento de Grãos e Cereais, Operador de Processos Químicos Industriais.

3ª entrada foram matriculados 19.400  e como os cursos estão em andamento, ainda há o número de aprovados. A terceira entrada do Programa “Educar para Trabalhar” no SENAI iniciou e Novembro de 2021, com a oferta dos seguintes cursos: Almoxarife, Assistente Administrativo, Assistente de Contabilidade, Assistente de Recursos Humanos, Auxiliar de Laboratório de Microbiologia, Controlador e Programador da Produção, Desenhista da Construção Civil, Desenhista de Móveis, Desenhista de Produtos Gráficos Web, Desenhista Mecânico, Inspetor da Qualidade, Instalador e Reparador de Redes de Computadores, Montador e Reparador de Microcomputadores, Operador de Tratamento de Aguas e Efluentes.

Conheça a nossa equipe Vídeo EducarParaTrabalhar